menu
spacer
menu Home  
 
  NOTICIAS recentes

Helder Oliveira em 4º, foi melhor o português em Portalegre

fotoTaça do Mundo de Bajas Todo-o-Terreno 2019
Baja Portalegre 500
24 a 26 outubro

Piloto de Barcelos 2º mais rápido em SS3 e SS4


O atual vice-campeão nacional de TT auto esteve hoje em grande plano na Baja Portalegre 500. Aos comandos de um Mini All4 Racing da equipa alemã X-Raid, Helder Oliveira, navegado por Paulo Fiúza, concluiu a Baja Portalegre 500 na quarta posição, sendo também o primeiro dos portugueses a terminar esta que foi também a derradeira jornada da Taça do Mundo de TT.

A terceira etapa que se realizou hoje de manhã começou da melhor maneira para o piloto de Barcelos que foi o segundo mais rápido a concluir o extenso e exigente setor cronometrado (SS3) de 193,57 km, posição que repetiu na parte da tarde, após disputar o derradeiro troço (SS4) 191,74 km, no qual, apesar de ter tido um furo, ficou a apenas 32s do piloto que o venceu.

A penalização aplicada ao piloto na classificação do dia de ontem, que o arrastou para o 18º lugar, deixava antever que o objetivo para a derradeira etapa passava por imprimir um ritmo forte deste início da corrida em busca das posições cimeiras. Helder Oliveira considera que o objetivo traçado para esta jornada foi conquistado e à chegada revela, “Hoje optámos por atacar. Depois da penalização de ontem que nos arrastou para o 18º não tínhamos nada a perder, por isso, a máxima foi atacar forte e ainda na parte da manhã subimos até quarto da geral. Por essa altura, já estava tudo muito decidido em termos de classificação geral, mas optámos por continuar a andar forte para usufruir de todo o potencial do carro. Voltamos a ser rápidos no segundo setor do dia, mas furámos e ficámos em segundo no troço, o que também foi um ótimo resultado”, revela o piloto que embora não tendo estado a competir esta temporada, regressou em força às competições.

Sobre este regresso à mítica Baja Portalegre Helder Oliveira acrescenta “a experiência foi ótima. O meu principal objetivo era andar na frente e usufruir deste Mini que é um carro espetacular. Saio daqui bastante satisfeito porque consegui provar que consigo andar ao nível dos melhores do mundo e isso é para mim um grande motivo de satisfação. Fui sempre dos pilotos mais rápidos em pista. Conseguir concluir esta emblemática prova em quarto lugar e ser o primeiro português foi um ótimo resultado e, se não fossem os contratempos registados ontem, acho que podíamos ter lutado pelos lugares cimeiros do pódio”.
Ver todas »
os nossos CLIENTES
a sua NEWSLETTER
  © 2006 A2 comunicação. Todos os direitos reservados