menu
menu Home  
 
  NOTICIAS recentes

Manuel Amaral em 3º lugar na Mini Baja Oeste

fotoCampeonato Nacional de Todo-o-Terreno
Baja Oeste de Portugal
6 a 8 de outubro

Contratempos condicionaram os irmãos Gonçalo e Salvador


A equipa Wingmotor Honda esteve em destaque na Baja Oeste de Portugal. O regresso do jovem Manuel Amaral às competições ficou marcado por uma participação muito positiva ao conquistar o terceiro lugar da classificação juvenil da Mini Baja, competição dedicada aos mais novos e que se realizou a par da sexta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Menos feliz foi a prestação dos seus  irmãos mais velhos que, ao contrário do que vem sendo habitual viram as suas prestações condicionadas por diversos contratempos.

O mais desafortunado foi Gonçalo Amaral que, depois de terminar os 195 km do primeiro setor seletivo em 5º lugar absoluto e primeiro dos juniores, seria forçado a desistir no dia seguinte devido a uma falha no equipamento de navegação:

“Comecei bem esta corrida, consegui um bom ritmo e até um bom resultado. No sábado acabei por fazer um quinto lugar à geral, o que foi muito bom. Estava a 46s do pódio e o meu objetivo era tentar chegar lá ou o mais próximo possível, mas ao km 30 o stella saltou da mota e nesta corrida sem equipamento de navegação é impossível rolar tantas são as zonas de controle de velocidade e de neutralização, pelo que optei infelizmente por desistir. É inglório, porque me sentia bem em cima da mota, estava motivado a fazer mais. Peço que a organização avalie o que não correu bem nesta corrida para que não volte a acontecer”, explica Gonçalo Amaral.

Salvador Amaral teve na Baja Oeste de Portugal um percurso inverso ao do irmão. Problemas que se fizeram sentir no dia de sábado não permitiram ao piloto terminar a etapa, mas regressou no dia seguinte à corrida.

“Sou teimoso, não gosto de desistir dos meus objetivos. Infelizmente logo depois de arrancar em SS1, ao km 7, a moto teve um bug elétrico, um pequeno fio que não consegui descobrir a tempo de continuar.  Na assistência resolvemos o problema e decidi alinhar para a derradeira etapa sabendo que ia andar a maior parte do tempo no pó, mas tentei rolar o melhor possível sendo sempre muito cauteloso. Acabei por fazer um bom treino e agora que venha a Baja Portalegre. Vou tentar ter a mota a 100% e preparar-me para estar forte”, referiu Salvador Amaral.

Para Manuel Amaral a jornada foi mais positiva e no final da Mini Baja o jovem piloto salientava que “O percurso era difícil, parecia enduro, joguei pelo seguro. Safei-me bem dentro do possível. Há já alguns meses que não pegava na mota por isso considero que a minha prestação não foi má”, salienta.

O Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno prossegue ainda este mês, de 26 a 28 de outubro altura em que se vai disputar a sétima prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, a Baja Portalegre 500, derradeira jornada que dará assim por concluída a temporada 2023 do CNTT.  

Ver todas »
os nossos CLIENTES
a sua NEWSLETTER
  © 2006 A2 comunicação. Todos os direitos reservados