menu
menu Home  
 
  NOTICIAS recentes

20 anos de Todo o Terreno

foto
21ªBaja ACP / Repsol 500 Portalegre 2007
Portalegre em festa
 
Entre 17 e 19 de Abril de 1987, a cidade de Portalegre foi inundada pelos participantes daquele que ficou para a história como a primeira competição de todo o terreno em Portugal. 230 concorrentes, entre autos e motos, disputaram um percurso em linha de 600 quilómetros.
Em Mitsubishi Pajero António Bayona acompanhado de José Costa triunfaram na competição auto tendo gasto 11h57m15s menos 4m12s que a dupla Santinho Mendes/José Mendes em Datsun 1600 SSS. Nas motos Paulo Marques dividiu a condução de uma Aprilia RX 250 com Marcos Carvalho e gastaram 9h16m44s triunfando à frente de António Lopes que cumpriu sozinho o percurso na sua Honda CR 250.
O balanço desta inesquecível jornada não podia ter sido mais positivo e no livro Aventura 87 José Megre dava corpo à sua satisfação. (Faça o download) 
20 anos depois e com muita história cumprida a festa de Portalegre é um ex-libris da modalidade e a festa faz-se dentro e fora de um percurso criteriosamente escolhido pela equipa do Clube Aventura dirigida por José Megre se bem que agora integrado na estrutura do ACP.
Para esta 21ª edição a lista de inscritos reflecte bem não só o excelente leque de bons pilotos e máquinas existentes em Portugal como também o facto de aprova pontuar para a Taça Internacional FIA de Bajas e ainda para o campeonato espanhol.
 
Campos contra Barbosa
 
Repleto de novidades este Portalegre tem como foco principal de interesse o regresso de Miguel Barbosa ao BMW X5, a máquina com que vai disputar a próxima edição do Dakar, enquanto que o Proto Dessoude, com que dominou toda esta temporada e lhe permitiu chegar a um terceiro título, será desta feita pilotado por Filipe Campos. Um duelo que promete mas no qual se prometem intrometer dois dos principais concorrentes estrangeiros. Comecemos pelo russo Boris Gadasin que regressa a Portugal pilotando agora uma Navara Overdrive idêntica à que o falecido Colin McRae pilotou no Transibérico. Outro piloto a reter é o checo Miroslav Zapletal com estará aos comandos da Mitsubishi L200 a mesma que tantas alegrias deu a Carlos Sousa e Miguel Barbosa e com a qual Armindo Araújo já brilhou sem todavia ter conseguido terminar corridas. O piloto checo pelo seu lado triunfou nas duas bajas que já disputou aos seus comandos pelo que é bom ser tido em conta para a lista de potenciais candidatos à vitória. Numa segunda linha de favoritismo encontram-se os principais pilotos nacionais: Pedro Grancha (Mitsubishi Pajero Proto), Pedro Gameiro com a Nissan PickUp vencedora em 2006, Nuno Inocêncio (Mitsubishi Pajero), Rui Sousa (Isuzu D-Max), João Ramos (Toyota Rav 4). A estes junta-se o eslovaco Josef Sykora que num Mitsubishi Pajero venceu a Baja Aragon em 2006.
A ausência mais notada é a de Helder Oliveira enquanto que de regresso estão Luís Costa, Américo Santos, António Mendes, Edgar Condenso, José Mendes, Duarte Rocha, Miguel Farrajota, Ricardo Leal dos Santos, Paulo Marques, Luís Dias e até António Bayona, o vencedor de 1987.
 
20 anos depois com cinco repetentes
 
Vinte anos depois António Bayona foi o piloto que mais trabalho para este regresso e aqui o temos de novo aos comandos de um MitsubishiPajero. José Mendes que juntamente com o seu pai Santinho Mendes chegaram a convencer-se, tal como muitos presentes, que a vitória lhes tinha sorrida. Assim não foi mas o nome da família continua intimamente ligado a estes vinte anos de todo o terreno em Portugal.
Quase desconhecido há vinte anos atrás Filipe Campos continua a ser considerado um dos melhores pilotos nacionais e parte para esta 21ª edição com um levado grau de favoritismo.
A vitória alcançada por Paulo Marques há vinte anos atrás abriu caminho a uma brilhante carreira nas duas rodas que inevitavelmente progrediu para as quatro onde o piloto de Famalicão se está a tentar impor com a calma e persistência de um verdadeiro campeão.
António Murjal é um piloto diferente dos quatro atrás referenciados na medida em que assume as suas participações desportivas como puro lazer. Foi assim quando aos comandos de uma Suzuki DR 600 se aventurou no Rali Maratona de Portalegre em 1987 e continua a ser com esse mesmo espirito que este ano regressou às competições pilotando agora um 4x4.
 
 
Lista de inscritos          (Faça o download)
Onde ver a prova         (Faça o download)
Programa da prova       (Faça o download)
Palmarés                    (Faça o download) 
« Voltar
os nossos CLIENTES
a sua NEWSLETTER
  © 2006 A2 comunicação. Todos os direitos reservados